Cãominhada pede ParCão na Praça do Alemão

Cãominhada pede ParCão na Praça do Alemão

Um passeio animado, divertido e, ao mesmo tempo, educativo. A 2ª Cãominhada Pet, organizada pela Emei Professor Alberto Mesquita e Emef Professor Gilmar Taccola, com apoio do vereador Police Neto, reuniu mais de 300 pessoas na Praça do Alemão (Praça Alexandre Roberto Romano), na Vila Santa Isabel, no sábado anterior, dia 20, onde os moradores se mobilizaram para criar um “ParCão” e outras melhorias no local.

O tema da Cãominhada Pet – aberta para qualquer tipo de bicho de estimação – foi a defesa dos direitos dos animais e a preservação do meio ambiente. As crianças estavam empolgadas e algumas levaram até suas pelúcias para a festa que terminou com sorteio de brindes oferecidos por pet shops da região.

As crianças se prepararam para a Cãominhada desenhando e pintando cartazes nas semanas anteriores ao encontro. A aluna da Emei, Esther Mary Hasse Moraes, de 4 anos, fez questão de carregar seu cartaz com a mãe, Elisângela. “Todo mundo tem que proteger os animais”, disse a menina, ainda segurando a cartolina com desenhos dela e dos colegas. Sara Mourão, de 5 anos, levou sua cachorrinha de pelúcia, Estrela.

ParCão organiza o espaço público”

A Praça do Alemão tem uma grande área verde, mas está sem equipamentos, a não ser duas quadras abandonadas. A comunidade reivindica melhorias no local e quer implantar ali uma área cercada para soltar o cachorro da guia e permitir que ele brinque livremente. Outra proposta é implantar um playground.

O vereador Police Neto, há dois anos, tem auxiliado moradores de todas as regiões da cidade a implantarem “ParCães”. Hoje são 14 no total, e a comunidade da Praça do Alemão já começou a se organizar para ter o seu.
“O ‘ParCão’ organiza o espaço público, evitando conflitos entre quem tem e não tem cachorro, cria uma área de convivência diferenciada e aumenta a frequência nas praças”, afirmou Police Neto. “Mas o principal é o engajamento dos moradores, que se organizam para criar o projeto, implantar e cuidar da manutenção.”

Deixe um comentário

*