CAMELÔS NO TATUAPÉ – Ruas Tuiuti, Síria e Platina

CAMELÔS NO TATUAPÉ – Ruas Tuiuti, Síria e Platina

Há algum tempo sem fiscalização, a Rua Tuiuti e a Praça Coronel Sandoval de Figueiredo, no Tatuapé, voltam a ter problemas com o aumento da presença de camelôs e vendedores ambulantes de alimentos, motorizados ou não. O morador Antonio Viera, por exemplo, denunciou que na Tuiuti é possível ver barracas próximas à Rua Martins Pena. Segundo ele, além de ambulantes, algumas pessoas dormem nas calçadas.

O trabalho informal também pode ser visto junto da Rua Domingos Agostim e também nas proximidades da Rua Icem. Já na praça, os camelôs ficam ao lado dos terminais de linhas de ônibus, onde tem maior movimento de pessoas. Outro ponto, já tradicional, é a Rua Síria, que tem a circulação de pacientes e visitantes do Hospital Municipal do Tatuapé. Na Rua Apucarana, próximo à Rua Tijuco Preto, o vendedor comercializa suco de laranja natural.

ELETRÔNICOS
Na Rua Tuiuti é possível comprar produtos eletrônicos, CDs e DVDs de filmes e shows, roupas, meias e toucas de lã, além de luvas e bonés. Quem procura cadarços, carregadores de celulares, prendedores de cabelo, entre outras bugigangas, também poderá encontrá-las no endereço. A Praça Coronel Sandoval ou “Praça dos Perueiros”, como também é conhecida, é frequentada por comerciantes de batata frita há anos. Em outras oportunidades, esta Gazeta alertou sobre o ato, no mínimo temerário, de se colocarem dois botijões de gás na calçada. Entretanto, a venda permanece.

“BATATEIROS”
Além dos “batateiros”, dividem a área alguns carrinhos de churrasco, milho verde e de acessórios contra o frio. Por volta das 18 horas, muitos pedestres são obrigados a caminhar pela rua, pois não há como dividir as calçadas com tantas barracas. Na Síria, a disputa entre camelôs não é tão acirrada, porém, a venda de alimentos é constante. Os que mais preocupam são os “dogueiros” e vendedores de lanches, pois os consumidores não sabem se os mesmos têm autorização da Vigilância Sanitária para trabalhar. O mesmo acontece com a barraca de suco da Apucarana. Inclusive os sacos de frutas ficam espalhados pela calçada, bem como as cascas, que são depositadas em sacos pretos.

O OUTRO LADO
A Secretaria Municipal de Segurança Urbana, pasta responsável pela Guarda Civil Metropolitana, informou que as ações de fiscalização ao comércio ambulante irregular na Rua Tuiuti são de atribuição da Polícia Militar, por meio da Operação Delegada. A Secretaria salientou que irá apurar o informado pela reportagem e adotar as providências cabíveis.

Em relação aos demais locais, a Guarda Civil Metropolitana relatou que realiza ações diárias através de rondas motorizadas. Informou ainda que, em parceria com a Subprefeitura Mooca, serão intensificadas ações de fiscalização nos locais mencionados.

Deixe um comentário

*