TATUAPÉ – Bike Sampa chega, mas não agrada

TATUAPÉ – Bike Sampa chega, mas não agrada

O Bike Sampa, projeto de empréstimo do veículo em São Paulo, finalmente se expandiu até uma das áreas com maior concentração de bicicletas na cidade, a Zona Leste. No Tatuapé, os locais escolhidos para abrigar as estações foram a Praça Silvio Romero, próximo a altura do número 48, e a Rua Euclides Pacheco, 698, próximo ao Largo Nossa Senhora do Bom Parto.

ALUGUEL
Vale ressaltar que o empréstimo da bike, que antes era gratuito por 30 minutos, agora é sem cobrança por até 1 hora. Cada hora adicional custa R$ 5, debitados via cartão de crédito.

Além de retirar as vagas de estacionamento, os moradores dizem que a estação do Bike Sampa também atrapalhou o trânsito na Rua Euclides Pacheco

Além de retirar as vagas de estacionamento, os moradores dizem que a estação do Bike Sampa também atrapalhou o trânsito na Rua Euclides Pacheco

Um dos locais escolhidos para receber a estação foi a Praça Silvio Romero

Um dos locais escolhidos para receber a estação foi a Praça Silvio Romero

Há uma taxa de R$ 10 para o cadastro e a retirada pode ser feita por telefone, aplicativo de celular ou com o bilhete único. O registro é feito pelo site do Bike Sampa. No site o usuário tem acesso às informações de quantas bikes estão disponíveis no momento.

RECLAMAÇÕES
No entanto, embora o Bike Sampa seja um projeto de sustentabilidade que promove a mobilidade urbana, ele não vem agradando a todos. A principal reclamação vem por parte dos moradores e motoristas que trafegam próximo ao Largo Nossa Senhora do Bom Parto.

O questionamento fica por conta do local escolhido para a implantação da estação. Muitos deles questionaram: “se há lugar disponível na praça, por que tirar vagas de carros, que no Tatuapé já são concorridíssimas?”. Além disso, os moradores dizem que a estação do Bike Sampa também atrapalhou o trânsito.

RESPOSTA
Esta Gazeta entrou em contato com a assessoria do Itaú Unibanco a fim de saber se existe a possibilidade de remanejamento da estação do Largo Nossa Senhora do Bom Parto, mas até o fechamento desta edição, não obteve resposta.

Deixe um comentário

*