Áreas do Metrô terão destinos diferentes

Áreas do Metrô terão destinos diferentes

Na semana passada, a leitora desta Gazeta, Maria Catelli, entrou em contato com este semanário para levantar a seguinte questão: por que o estacionamento localizado ao lado da estação Carrão do Metrô encerrou as suas atividades?

“Fico vendo da janela do meu apartamento os motoristas darem voltas e mais voltas em busca de uma vaga para estacionar. Em contrapartida, aquela área enorme está ociosa. O estacionamento fechou há mais ou menos uns quatro meses e lembro que atendia muita gente: quem vinha estudar, quem ia pegar o metrô ou fazer alguma coisa nas ruas próximas”, comentou.

A leitora disse que resolveu ligar porque se sensibiliza com a questão. “Eu não passo por este problema, de precisar buscar uma vaga para estacionar, mas percebo que as pessoas cada vez mais estão tendo mais dificuldades para encontrar uma vaga nesta região. Ruas como Icarai, Melo Peixoto, Honório Maia e a Dr. Miguel Vieira Ferreira estão sempre lotadas. Por isso resolvi ligar, quem sabe o estacionamento possa ser reaberto e voltar a ajudar tantas pessoas”, comentou a tatuapeense.

O QUE DIZ O METRÔ
A Companhia do Metropolitano não só mantém a área indicada pela leitora, que está localizada na Rua Corinto Baldoino Costa, como mais outras duas: na Avenida Dr. Orêncio Vidigal, ao lado da estação Penha; e na Rua de Acesso, um pouco mais à frente da estação Belém.

Em contato com a sua assessoria de imprensa para saber o motivo das atividades terem sido suspensas, a mesma informou que os estacionamentos que funcionavam próximos às estações Carrão e Penha foram implantados e administrados pela iniciativa privada e cedidos para uso comercial, e que ambos os contratos já foram finalizados.

Sobre a área próxima à estação Carrão, a Companhia informou que avalia novas formas de utilização, e que o terreno anexo à estação Penha será utilizado para as obras de expansão da Linha 2-Verde, que seguirá da Vila Prudente até a Dutra.

Quanto ao terreno localizado próximo à estação Belém, a assessoria revelou que o mesmo já foi licitado e a concessionária vencedora irá implantar um empreendimento comercial no local. “Atualmente a empresa aguarda a aprovação de projetos pelos órgãos competentes para iniciar as obras.”

Deixe um comentário

*