Ampliação do rodízio: sem data para começar

Ampliação do rodízio: sem data para começar

Em janeiro a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) havia divulgado que daria início à expansão do rodízio de carros este mês. No entanto, na última quarta-feira, 2, a Companhia decidiu mudar o discurso. Segundo sua assessoria, a data para a implantação da ampliação da “Operação Horário de Pico” ainda não está definida. De acordo com a CET, ainda, a nova sinalização de orientação do rodízio também não começou a ser implantada.

ORIENTAÇÃO
Apesar de promover a alteração no calendário, a Companhia não esclareceu se haverá um período de orientação para os motoristas ou se eles serão multados logo que o novo rodízio for implantado. Ela também não relatou se existe um estudo mostrando a porcentagem de redução da circulação de veículos com a ampliação do rodízio. Por enquanto, um dos pontos da Zona Leste em que a zona de restrição foi sinalizada está na Avenida Radial Leste junto à Avenida Salim Farah Maluf, no Tatuapé.

ATENÇÃO
Mesmo sem querer divulgar a data de implantação do novo rodízio, a CET não descartou do processo as avenidas Radial Leste (já inclusa), Regente Feijó, Aricanduva, Amador Bueno da Veiga, Assis Ribeiro e Jacu-Pêssego. A princípio a Prefeitura afirmou querer diminuir a circulação de carros nas regiões mais periféricas da cidade, mantendo os mesmos horários definidos no plano anterior, ou seja, das 7 às 10 horas, e das 17 às 20 horas. Para isso, a Secretaria Municipal de Transportes irá incluir mais de 300 quilômetros de vias no sistema de rodízio.

VELOCIDADE
Estão previstas mais de 6 mil placas de trânsito (de advertência, regulamentação e educativas) e quase 2 mil m2 de sinalização horizontal. Um estudo do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito revela que a velocidade média dos veículos em toda a cidade aumentaria em 8,5% e haveria diminuição de 13% nas filas e congestionamentos.

Deixe um comentário

*