Água

O governo de São Paulo inaugurou na terça, dia 2 de dezembro, uma tecnologia para aliviar o Sistema Cantareira, que passa por uma grave crise por causa da estiagem prolongada. Ela irá aumentar a capacidade de tratamento do Sistema Guarapiranga e, com isso, parte da população deixará de ser abastecida pelas represas do Cantareira. O sistema de membranas de ultrafiltração irá aumentar a capacidade de tratamento do Guarapiranga de 14 mil litros por segundo para 15 mil litros por segundo. “Mil litros a mais. Isso representa 300 mil habitantes, então 300 mil habitantes que estão no Cantareira passam para o Guarapiranga”, disse o governador Geraldo Alckmin.

Deixe um comentário

*