Avenida Salim Farah Maluf: A indústria da multa ataca

Avenida Salim Farah Maluf: A indústria da multa ataca

Sr. redator:

“Quem vem da Avenida Salim Farah Maluf, sentido Marginal Tietê e pega a alça de acesso para a Avenida Radial Leste, sentido centro, tenta entrar na Radial, mas não consegue, pois a mesma está sempre congestionada. Sem perceber, o motorista já passou da faixa tracejada e, com isso, vai tentando entrar. Como percebe que na frente continua tracejada, acha que não tem problema, engano.

Como é faixa exclusiva de ônibus, o veículo modelo gol, da SPTrans (São Paulo Transporte) estacionado no canteiro, (que é proibido pelo que sei) fica com uma câmera de filmar ligada para anotar todos os carros que ali passam para depois gerar muitas multas.

Isso é pegadinha e arrecadação de dinheiro! Pois, todos ali, inocentemente, passam dez metros de faixa não tracejada, por não conseguir entrar na outra faixa. A Prefeitura deveria ter vergonha disso. Esta faixa contínua de dez metros não deveria existir. Prova da indústria da multa é que está sendo fechado o acesso da Salim Farah Maluf sentido bairro para a Radial porque, assim, todos vão ter que dar a volta e com isso arrecadam multas.”

Ednei Lopes Luppi

Deixe um comentário

*