A história de Picasso e Dora

A história de Picasso e Dora

Situado em Paris, o espetáculo “Chuva Seca” discute as relações humanas a partir das obras fotográficas, artes plásticas e do relacionamento entre Dora Maar e Pablo Picasso. Na peça, a intensidade da vida cotidiana e a relação entre musa inspiradora e artista são os eixos para discutir a posição da mulher na sociedade. Dirigido por Eduardo Chagas, a montagem está em cartaz no Teatro Satyros 1, na Praça Roosevelt, 222.

Em cena, a atriz Fernanda Roman vive Dora e relembra passagens de sua vida, como a infância e a adolescência longe de Paris, o retorno e aprendizado com Man Ray e suas criações artísticas. A encenação e o texto criam um paralelo entre a visão da atriz sobre as mulheres contemporâneas e a trajetória de vida de Dora ao lado do pintor.

“As mulheres continuam a serem subjugadas e, por consequência, desenvolvem dependência, principalmente psicológica, dos seus parceiros. Para isso, escolhemos Pablo Picasso e Dora Maar, fotógrafa surrealista, amante e musa do artista,” conta a atriz e autora Fernanda Roman.

Ingressos: R$ 30,00 (inteira). Temporada: até 28 de maio. Apresentações sempre as quintas, às 21 horas. Mais informações pelo telefone 3258-6345.

Deixe um comentário

*